Curiosidades

Sobrenomes Portugueses: Conheça a história e os 50 mais comuns

Sobrenomes Portugueses

Foto: Sobrenomes Portugueses/Porto Divulgação


Brasil e Portugal possuem uma ligação histórica, fato que todos têm conhecimento, afinal, o país lusitano colonizou as terras brasileiras por muitos anos.

No entanto, uma herança permanece até hoje em solo nacional: os sobrenomes portugueses.

Há muitos anos, com o aumento da população no planeta, foi percebida a importância de começar a diferenciar as pessoas e, para isso, os sobrenomes foram a solução encontrada.

Existem relatos que contam que a utilização de sobrenomes no mundo tenha iniciado na China a cerca de 5 mil anos atrás.

Porém, a forma como os conhecemos hoje não é tão antiga assim, há relatos que foi na Idade Média que o estilo de sobrenome que utilizamos hoje começou a circular pelo mundo.
 
Tendo em vista a relação entre Brasil e Portugal, é comum que hoje muitos brasileiros queiram solicitar a sua cidadania portuguesa, e isso se dá pela descendência e, também, por saberem que possuem um sobrenome português.

Hoje, a Porto Cidadania Portuguesa vai lhe apresentar a história dos sobrenomes portugueses, e, de quebra, você poderá identificar se o seu faz parte de uma lista com 50 sobrenomes portugueses.
 
Aconchegue-se bem, pegue uma água ou café para acompanhar e seja bem-vindo(a) ao blog da Porto!

Boa leitura!


 

História dos Sobrenomes Portugueses

Como falamos na introdução do artigo, a relação entre Brasil e Portugal é muito antiga. Em 1500, as primeiras caravelas vindas do país europeu chegaram nas costas brasileiras e, depois disso, o resto é história.

Por muitos anos, o Brasil foi uma colônia de Portugal. Foi somente em 7 de setembro de 1822 que conseguiu declarar a sua independência dos europeus. E, sete anos mais tarde, dando início a República Federativa do Brasil.

Hoje, no Brasil, são inúmeras as origens de sobrenomes que podemos encontrar. Entretanto, os mais comuns ainda são os de origem ibérica, ou seja, portugueses e espanhóis.

Veja abaixo a lista com a origem de alguns sobrenomes portugueses.


Patronímicos

A origem dos sobrenomes patronímicos é bastante comum em diversos países, mas, ainda mais em Portugal e na Espanha. Esses sobrenomes são originários dos nomes do pai ou de algum ascendente masculino da família.

Em sua grande maioria, foram acrescentados o “ES” ou somente “S” no final do nome. Ou seja, o Pedro filho do Fernando ganharia o sobrenome Fernandes, ou o Jorge filho do Rodrigo, seria Rodrigues. E assim por diante.

 


Toponímicos

Um sobrenome de origem toponímica não começou a ser atribuído de forma familiar, ou seja, conforme o exemplo anterior. Esses, por sua vez, estão ligados às cidades, vilas e localidades que as pessoas moravam.

Bons exemplos disso não são os sobrenomes Coimbra e Pedroso. O primeiro tem origem na cidade homônima e o segundo remete a um lugar com muitas pedras.

 


Religiosos

Ainda assim, no passado, era muito comum que as pessoas atribuíssem um sobrenome por razões religiosas, muito por causa de sua fé.

São muitos comuns os sobrenomes Nascimento, Trindade e Santos.

 


Por Ocupação

Uma outra forma bastante comum que foi utilizada para definir os sobrenomes portugueses foi com base na ocupação do patriarca da família.

Dessa forma, Ferreira tem origem de um homem que era ferreiro, Guerreiro de alguém que era soldado. E assim por diante.

 


50 Sobrenomes Portugueses mais comuns

Agora que entendemos quatro das principais formas como os sobrenomes portugueses se originaram, vamos para uma lista com os 50 mais comuns:
 
SOBRENOMES
Silva Santos
Pereira Ferreira
Costa Oliveira
Rodrigues Martins
Fernandes Sousa
Gonçalves Gomes
Lopes Carvalho
Ribeiro Pinto
Marques Almeida
Alves Teixeira
Dias Monteiro
Correia Moreira
Mendes Vieira
Cardoso Soares
Nunes Rocha
Barbosa Nascimento
Machado Melo
Castro Moura
Jesus Abreu
Aguiar Azevedo
Campos Cunha
Domingues Fonseca
Freitas Miranda
Ramos Reis
Lima Andrade

Porém, é claro que como existe uma infinidade de sobrenomes portugueses, e os exemplos acima foram para ilustrar alguns dos mais comuns e convencionais que são encontrados tanto no país europeu como no Brasil.

Você pode, ainda, encontrar a origem do seu sobrenome através da busca e pesquisa de documentos realizada pelo Departamento de Genealogia da Porto Cidadania Portuguesa, que possui pesquisadores e historiadores especializados na restituição da sua história familiar.

 


Nomes mais comuns em Portugal

Certamente você já ouviu falar que os nomes Maria e João são bastante comuns em Portugal, certo? Mas, você conhece os 10 femininos e masculinos mais utilizados?

Confere a lista que a Porto elaborou:

Feminino
Maria Leonor
Matilde Carolina
Beatriz Alice
Benedita Mariana
Ana Francisca

Masculino
Francisco João
Santiago Afonso
Gabriel Tiago
Diogo Miguel
Rodrigo Martim
 


Como montar uma árvore genealógica?

A árvore genealógica é uma forma de comprovar toda a história de uma família e as origens dela. É uma forma de estabelecer uma conexão maior entre o passado e o futuro, além, claro, de ser uma boa forma de auxiliar no pedido da nacionalidade portuguesa..

Montar uma árvore genealógica pode levá-lo a uma interessante viagem no tempo, e, é fundamental  para conhecer exatamente as origens de nome e, até mesmo dos sobrenomes da família.

Após conversar com seus familiares e realizar pesquisa  através dos dados que constam em documentos que você já possui, você poderá montar o mapa da sua família, desde seus antecedentes que nasceram em Portugal até você.

No entanto, antes de começar a elaborar o mapa familiar, é necessário definir qual o seu objetivo ao registrar essas informações.

O segundo passo é identificarmos informações relevantes, mas, principalmente o nome completo, data de nascimento, casamento e óbito.

Depois que você possuir todos esses dados, será muito importante registrá-los em um documento.

O próximo passo será buscar os documentos e certidões de seus antepassados em ordem inversa, ou seja, começando por você, seus pais, avós e assim por diante.

 


Sobrenome Português é garantia de Cidadania?

Por ser um país que foi fortemente colonizado por Portugal, muitos resquícios desse período permanecem até hoje em solo brasileiro, dentre eles, os sobrenomes.

Nos últimos anos, vem crescendo o número de brasileiros que têm buscado a nacionalidade portuguesa. Um número que chama atenção é que desde o início da pandemia de coronavírus, cerca de 20 mil brasileiros solicitaram o direito.

Outro dado que chama bastante atenção é que no período de 2002 a 2017, mais de 50 mil brasileiros conseguiram a sua cidadania portuguesa.

Porém, é muito importante entender que não basta somente ter um sobrenome lusitano para dar início ao processo. É necessário seguir uma série de exigências para comprovar que sim, alguém de sua família é um cidadão português e que você também é.

Hoje, o processo de cidadania portuguesa permite que filhos e netos de algum cidadão português solicitem esse direito. Ainda, por tempo de residência no país europeu, que deve ser de no mínimo 5 anos e/ou por casamento.

 


Tem sobrenome português e quer realizar a cidadania? Fale com a Porto

A Porto nasceu para atender, orientar e assessorar o cidadão que tiver interesse no reconhecimento da cidadania portuguesa A Porto pertence ao Gruppo Nostrale, a maior empresa no mercado da cidadania italiana.

A Porto e sua equipe pretendem fornecer um serviço transparente e consciente, baseado em conhecimento técnico jurídico, para que seus clientes se sintam protegidos e corretamente representados na busca dos seus próprios direitos.

A nossa assessoria cuida de cada aspecto do reconhecimento de sua cidadania, desde a pesquisa de seus documentos, passando por um acolhimento atencioso até a produção de seus documentos portugueses.

Nosso objetivo é fornecer aos nossos clientes um processo seguro e garantido.